O churrasco argentino foi pensado para ser desfrutado com amigos e familiares. O preparo de algumas carnes costuma durar até cinco horas, durante esse tempo você come, bebe e aproveita o dia, o vinho e a conversa.

Fazer um churrasco argentino é relativamente fácil, mas você deve levar em consideração uma série de fatores que o diferenciam claramente de um churrasco americano.

Antes de analisar os passos para o correto preparo de um churrasco, descreverei os elementos necessários para isso:

Grelha ou churrasqueira, deve ser regulável em altura e de preferência não deve ter tampa.

Utensílios de cozinha: para o correto manuseio dos alimentos na grelha, é aconselhável ter um garfo comprido, uma faca grande e afiada e uma pinça de cozinha.

Para preparar o fogo você deve ter: papel (de preferência jornal), lenha de queima rápida como pinho e carvão. Também pode ser preparado só com lenha.

• Devemos preparar a carne e seus acompanhamentos com bastante antecedência, salgada e cortado a gosto.

Assim que tivermos todos os elementos anteriores, podemos proceder à preparação do assado, para isso devemos seguir uma série de passos:

1. Preparação do fogo

Com carvão

Esta parte é muito importante e pode condicionar todo o preparo da refeição. O método mais tradicional de preparação do fogo é por meio de uma pilha de jornal coberto com lenha de alta combustão e por sua vez coberto com carvão.

Este processo permite acender o carvão de forma simples, pois o papel acende muito rapidamente, por sua vez acende a madeira de alta combustão e este é o carvão que tem mais dificuldade de queima.

É de vital importância que o carvão esteja totalmente aceso, para isso devemos observar uma cor avermelhada e não o preto típico do carvão vegetal. Se não acender bem, o carvão pode se apagar durante o cozimento e não dar o mesmo sabor à carne. O carvão geralmente leva 30 minutos para acender totalmente, embora dependa da variedade.

Com lenha

Outra forma tradicional de preparar o fogo é por meio da lenha, o processo de assado seria semelhante, mas substituindo o carvão pela lenha.

2. Preparação da carne

É comum preparar a carne durante o preparo do fogo, para isso a carne e outros acompanhantes costumam ser colocados em uma tábua de madeira onde é cortada a gosto, a gordura pode ser retirada se não quiser e é salgado em ambos os lados.

Uma infinidade de variedades de carnes e graus de cozimento podem ser combinados, de acordo com o gosto dos comensais. Você também pode incorporar vegetais assados ​​para acompanhar a carne, ou diretamente em uma grelha composta inteiramente de vegetais.

3. Processo do assado

Uma vez que o fogo e a carne estejam prontos, devemos limpar a grelha, para isso colocamos as brasas sob ela e uma vez quente é limpa com uma escova de arame ou simplesmente com jornal.

Depois de limpa colocamos a carne por cima da grelha, é importante providenciar brasas suficientes para cozinhar, mas sem exagerar, pois, poderíamos queimar o exterior da carne e deixar o interior cru.

A chave para um bom churrasco é regular corretamente a quantidade de fogo e a altura do grelhador, de forma a conseguir um cozimento estável e contínuo. Os assados ​​demoram normalmente entre uma e duas horas dependendo do corte de carne que colocamos.

Outro aspecto fundamental é colocar os diferentes cortes em função do tempo de cozimento, sendo aconselhável pôr primeiro os que têm maior volume de carne e depois os que têm menos. Desta forma, podemos remover toda a carne ao mesmo tempo.

4. Sirva o churrasco

Depois de pronto, o assado deve ser cortado em pedaços individuais, este processo é realizado sempre no final do assado, já que é costume assar os cortes de carnes inteiros e não em partes.

O assador vai servindo os seus convidados de acordo ao gosto de cada um, já que tem gente que gosta de carne mal passada, ao ponto ou bem passada.

5. Acompanhamentos tradicionais

Raramente se come apenas carne em um churrasco. Praticamente todos os churrascos ​​são acompanhados de algum tipo de salada, entre as quais se destacam:

Maionese de batata e ovo

Salada fria, consiste numa combinação de batata cozida cortada em cubinhos, ovo cortado em pequenos pedaços e maionese. Este tipo de salada combina muito bem com carnes vermelhas.

Salada russa

É outra salada fria habitual em um churrasco, assim como a maionese de batata e ovo combina muito bem com carne vermelha.

Salada de alface e tomate

Quase todo churrasco é sempre acompanhado por uma tradicional salada de alface e tomate, à qual também se pode adicionar rodelas de cebola.

La bebida

O essencial para uma boa refeição é uma boa bebida e, no caso do churrasco, o vinho tinto é quase obrigatório. Uma variedade bem conhecida na Argentina é o Malbec, e combina muito bem com carnes grelhadas.

Outra bebida comum em um churrasco é o Fernet com Coca Cola, que consiste em um licor de ervas de origem italiana misturado com Coca Cola e gelo. Geralmente é tomado no preparo do churrasco como uma espécie de preliminar.

Leave a Reply